• Thamara Laila

uma gota de anestesia



às vezes, sinto falta da anestesia

só por umas horas não sentir nada

mas desde que disse sim para mim,

para meu processo,

a dor é constante

não dá para desver,

nem desviver

nem evitar


parece sempre que será um dia comum

mas é como uma lapada de porta

acontece quando menos se espera,

um segundo de calmaria

e no segundo seguinte

o vento entra com força,

faz a porta bater

e estremecer a casa

e ao correr para ver se algo quebrou

você vê a ferida em cacos pelo chão da sua sala

o pano de prato que estava nos ombros, rapidamente,

serve de sustentação para acolher cada pedacinho

e está exposto,

não dá para desver,

nem evitar

e dói ainda mais.


já não se sabe o dia, nem a hora

nem se é presente ou passado

nem quem de mim segura a ferida

nem quem de mim é a ferida

nos arrasto para cama

existirá mesmo uma versão minha onde isso não doerá tanto?

existirá uma versão forte o suficiente para ressignificar isso?

já não se sabe o dia, nem a hora

e nem quando será a próxima lapada


{às vezes, eu só queria uma gota de anestesia}

0 visualização0 comentário

pelas terras do instagram:

você é capaz e merecedora de realizar seus sonhos. eu acredito em você!

todos o conteúdo produzido neste site é de autoria da Thamara Laila, por favor, não copie. Plágio é crime.

© 2020 por Thamara Laila. Criado com Wix.com

  • Instagram
  • Preto Ícone Spotify
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Pinterest
  • Twitter