35-thamaralaila-descobrirse-conexcao.jpg
  • Thamara Laila

UM, DOIS, TRÊS... VOA


Um, dois, três. Vai. Corre. E, um segundo depois, voa.


Esses dias fizemos a trilha da Pedra Bonita. Mas, antes de enfrentarmos a trilha em si, paramos para ver a galera saltando de parapente e asa delta. Estávamos sentados embaixo do deck quando, de repente, um barulho alto e um grito.


Aquilo mexeu comigo. As pessoas do meu lado riam e comentavam sobre o salto, mas eu estava ali, vidrada naquela asa delta vermelha. De repente, no ar. Sem amarras, sem medo, sem nada. Cortando o ar, sentindo o vento renovar.


A sensação de se jogar no desconhecido. Sem ter certeza do que irá acontecer, do que nos espera lá embaixo. E, mesmo assim, a gente vai lá e pula. Pula de coração aberto. Pula com a energia pedindo coisas boas. Pula para esquecer. Pula pra renovar.


E eu queria tanto pular. Assim, me jogar. Sem nem fechar os olhos.


Um, dois, três. Vai. Corre. E, um segundo depois, voa. Deixa o vento levar as amarras. Ultrapassa os limites imaginários. Rompe suas barreiras. Pula pra fora, pra então pular pra dentro, pra pular pra onde quiser, entende?


Um, dois, três. Vai. Corre. E, um segundo depois, voa.

Voa e se deixa transformar.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

PASTEL MURCHO

hoje tinha pastel dormido em cima da pia ao dar uma mordida, fui levada direto a pequena Thamara que sempre escolhia pastel para levar nas comemorações da escola mamãe chegava à noite, tirava o sa

vem desbravar no instagram

  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter
  • Pinterest
  • Spotify ícone social

Todos os direitos reservados © 2012 - 2020 por Thamara Laila

Site criado com Wix.com