• Thamara Laila

Por que decidi criar um blog em 2021?

Atualizado: Mai 2


caderno da criativo produzido pela designer darlis studio, mesa de escritório bagunçada

O ano é 2021. O cenário externo está totalmente caótico. E, cada vez mais, sinto a necessidade de olhar para dentro, compreender a voz do meu coração. Em julho do ano passado comecei o meu negócio. Abri o CNPJ, comecei a atender e estava dando meus passinhos... até me permitir ser atropelada por todos os métodos e fórmulas de um "negócio de sucesso".


Eu digo me permitir ser atropelada, pois reconheço que me faltou discernimento, me faltou confiar em minha intuição (que, toda vez, antes de uma nova compra sussurrava que não era aquilo), faltou confiança nos recursos internos que eu já tinha. Me culpei bastante, principalmente, por conta dos investimentos financeiros que fiz. Mas sei que não nos perdemos ou nos atropelamos por acaso.


Achei que já tinha passado pela minha dose de sofrer com os "tem que ter" na época que fui repórter e fotógrafa. Confesso que não percebi que estava caindo na meeesma armadilha, agora com uma roupagem de good vibes. Ai, ai, Thamara....


Experimentei, caí, me podei, duvidei, fiz do jeito ensinado e fui murchando... até me sentir perdida com o que estava fazendo. PERA! Esse é o meu negócio, por que raios estou usando o modo de fazer do outro? E aí, as coisas começaram a ganhar outro rumo. Me fechei para o externo, encarei as folhas em branco do meu caderno e comecei a criar a minha versão "tem que ter".




Não acho que empreender é para todo mundo. Muito menos que é o caminho mais fácil. Se decidirmos seguir por esse caminho, com tudo o que ele nos pede, que seja para criar uma vida alinhada com o que queremos. Você tem a chance de criar a vida que deseja, as respostas que busca não estão comigo, nem com nenhum perfil de marketing que você acompanha. A vida que você deseja precisa que VOCÊ a desenhe com o que o seu coração de pede.


E, foi assim, me lembrando que a caneta está em minhas mãos, que na minha empresa eu dito as regras e os modos de fazer, que comecei a redesenhar tudo. "Hm, Thamara, muito lindo, muito belo.. mas de que adianta ter um blog se ninguém mais consome isso, vai ser produzir pro nada?"


Adianta sim! Pois estou fazendo por mim, porque é a forma de produzir que me traz alegria. E, como diz minha mentora Paula Quintão: façamos as coisas pelas coisas e ponto. Fazer um post no instagram no molde que "mais vende ou mais gera clique" não me alegra, me murcha. Então, de que adianta, fazer algo que me tira o brilho ao invés de me transbordar?


Não é uma decisão fácil. Óbvio que dá medo. Existe um caminho muito bem trilhado para o tal sucesso. Mas sucesso para quem? (esse papo fica para outro post). Mas percebi que meu maior medo não era o de "não crescer no instagram", nem o de "não conseguir vender", meu maior medo mesmo é o de me perder de mim mesma. Então, optei pelo medo do outro caminho, desconhecido, pouco trilhado, mas que me permite seguir o que meu coração me pede.


E então, qual medo você optará enfrentar? Qual caminho você quer desenhar para si? O que fará com a caneta que está na sua mão nesse momento?


E, caso esteja duvidando: você é capaz SIM de criar a vida dos seus sonhos!


continue desbravando pelo instagram ou youtube



Foto: produzida por Thamara Laila

Caderno artesanal por Darlis Studio



Posts Relacionados

Ver tudo