35-thamaralaila-descobrirse-conexcao.jpg
  • Thamara Laila

EU E A VÍTIMA



eu tenho facilidade de entrar nesse lugar

nesse espaço onde me jogo lá embaixo

onde abro os arquivos do

não mereço, não sou boa,

não irei prosperar,

estou fadada ao fracasso.

eu não quero mais estar nesse lugar,

mas o não querer ainda não é suficiente

para me tirar dali

na raiva, xingo, reclamo e quebro

na tristeza, choro e me desespero

em ambas, resisto.

e quanto mais resisto, mais estou.


e aí? como faz?

como arrumo forças para seguir firme

para outro lugar

naquela onde eu sou boa,

onde posso sim,

onde há coragem e abundância.

e aí? como faz?

estou exausta de resistir,

e sinto que ela também está exausta.

estamos aqui, há anos, nos mutilando.


decido acolher e abraça-la,

quando meus braços vão em sua direção,

surge um medo que ela me engula nesse toque

mas nos abraçamos e quando abro os olhos

somos apenas uma no reflexo do espelho

me observo e me deixo ser


não é fácil para ela, nem para mim

mas não queremos mais nos ferir

ainda cansadas e inseguras,

mas cada dia com mais clareza

que a nossa luz se expande

na compaixão às nossas sombras

na aceitação a tudo o que somos

no amor sem julgamentos

vem desbravar no instagram

  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter
  • Pinterest
  • Spotify ícone social

© 2012 - 2020 por Thamara Laila. Site criado com Wix.com 


Todas as postagens aqui contidas são de autoria de Thamara Laila, exceto quando apontado o contrário. As imagens utilizadas são feitas pela mesma ou fruto de reproduções, e se você teve seu conteúdo publicado aqui e deseja que seja retirado, entre em contato. A reprodução dos textos  sem os devidos créditos é proibida, assim como a redistribuição do conteúdo aqui presente para fins comerciais. Para reproduzir algum texto é necessário autorização do autora. Lembre-se: plágio é crime.

  • Instagram
  • YouTube
  • Twitter
  • Pinterest
  • Spotify ícone social